Rauzi de Carvalho Pereira

Rauzi de Carvalho Pereira

"Lampejos de Inspiração"

Textos




                               “EU NÃO ERA EU”

Pensei que me conhecia, que sabia tudo de mim,
mas você me mostrou quem eu era, me viu do começo ao fim.

Vi que eu não era eu, quando passei a te amar,
não conhecia esta faceta, que eu tinha tanto pra dar.

Vi que me entreguei de tal forma, a este amor absurdo,
vi que eu não era eu, que eu não era nada e você era tudo.

Vi que ainda restava uma chama, que reacendeu com a brisa,
soprada por seu amor, que tirou fogo da cinza.

Vi que o tempo passa, mas o coração não envelhece,
apenas desacostuma, desapruma, mas um grande amor reaquece.

Vi que eu era eu, agora sim, recordava-me do que havia esquecido,
vi - me vivo de novo, sem nunca ter notado, de que eu nunca havia morrido.


Ráuzi de Carvalho Pereira
Enviado por Ráuzi de Carvalho Pereira em 15/11/2011
Alterado em 29/01/2014

Música: Borbujas de amro - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras