Rauzi de Carvalho Pereira

Rauzi de Carvalho Pereira

"Lampejos de Inspiração"

Textos




                               “QUANDO ME PONHO A CHORAR”

Quando me ponho a chorar, choro de saudades infinitas,
infindas e insubstituíveis do meu pai, que se foi,
deixando uma lacuna, impreenchível em minha vida.

Quando me ponho o chorar, choro por não ter vivenciado e aproveitado
todo amor e sabedoria, que ele incansavelmente me passava,
que era exalado até pelos poros do seu cansado e sofrido corpo.

Quando me ponho a chorar, choro por não ter alcançado e me aprofundado naquele coração que mesmo tendo cicatrizes enormes proveniente de uma árdua batalha pela felicidade, tinha tanto amor armazenado nele.

Quando me ponho a chorar, choro por não ter assimilado metade
da inteligência,inocência, pureza que até hoje só nele conheci.

Quando me ponho a chorar, choro por achar que Deus foi injusto comigo,
levando-o de mim, porém me resigno, e entendo que Deus também precisava
dele, e viu nele mais virtudes do que eu consegui ver, e sabedor de que
ele está feliz junto a Deus, me ponho o sorrir.


Ráuzi de Carvalho Pereira
Enviado por Ráuzi de Carvalho Pereira em 15/11/2011
Alterado em 29/01/2014

Música: Preciso aprender a ser só - Desconhecido

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras