Rauzi de Carvalho Pereira

Rauzi de Carvalho Pereira

"Lampejos de Inspiração"

Textos





                    “INSENSÍVEL DESTINO”

Tenho que me esforçar pra te esquecer,
Tenho que lutar pra tirar você de dentro de mim,
Você despedaça meu coração, me faz sofrer...
E ele está desacostumado a sofrimentos assim.

Tenho que aceitar que é tarde demais pra nós,
hoje entendo, que você também me queria,
mas viveremos separados, sempre sós,
perdi minha chance de te ter, quando podia.

Sempre achei que ninguém morre de amor,
hoje eu discordo plenamente,
amor não mata o corpo, mata a alma, deixa dor,
porisso intensifica o sofrer que a gente sente.

Acho que na maturidade o sofrimento é maior,
quando jovens, o amor substituímos,
hoje ao não conseguir fazer você me amar,
e é uma das grandes coisas que eu lastimo.

Sinto, sinto muito, muito mesmo, mesmo aflito,
mas acho melhor seguirmos, cada qual a sua vida,
você vai viver com a dúvida e com seus conflitos,
e eu vou sofrer sozinho e com minh’alma ferida.

Espero que você seja feliz, e que dessa maneira possa,
viver acomodada e satisfeita com a vida que tem,
abdicar de uma possível felicidade nossa,
e pro insensível destino, dizer amém.



 
Ráuzi de Carvalho Pereira
Enviado por Ráuzi de Carvalho Pereira em 15/11/2011
Alterado em 27/01/2014

Música: Perfidia - Lucho Gatica

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria; RAUZI DE CARVALHO PEREIRA e o site: www.rauzidecarvalho.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras